A Colecção é uma forma prática de memória ( Arquivos do MIIAC ) – 2011/12


PRAIAS018

Nesta mostra João Paulo Serafim dá a conhecer parte dos arquivos do MIIAC , que tem como como missão a preservação, organização e revisitação de um espólio iconográfico neste caso fotografias anónimas que foram doadas, adquiridas ou simplesmente encontradas. Esta proposta de arquivo aparece numa prática diária que se mantém a longo de anos, a necessidade de resgatar imagens condenadas ao esquecimento tornou-se imperativo para o artista. Num segundo tempo o artista propõe um percurso pela ideia de “Arquivo” num sentido mais lato, espaços que representam depósitos de memórias, tais como acervos, reservas, bibliotecas, armazéns, palacetes, museus … O que interessa ao artista é a possibilidade ficcional e de memoria colectiva destes materiais e o cruzamento de varias linguagens e que se prolonga no site do MIIAC