Cidadela Art District | Exposição Colectiva | [3 ] TRÊS

Sábado, 18 de Outubro às 18:00 – 22:00

Pousada de Cascais – Cidadela Historic Hotel & Art District
2750 Cascais

Pousada Take-Over
Valter Vinagre | David Etxeberria | Pedro Batista | Domingos Rego | Monica De Miranda | André Almeida e Sousa | José Maçãs de Carvalho | Luís Silveirinha | Daniela Antonelli | Paulo Arraiano

Open Studios
Paulo Arraiano convida Sandra Baía Artist | Pedro Matos convida Daniela Antonelli | Susana Anágua convida Orlando Franco | João Paulo Serafim convida André Banha | Duarte Amaral Netto convida João Seguro | Bruno Pereira convida Carlos Farinha e David Rosado | Paulo Brighenti convida André Almeida e Sousa

Galerias
RAW Art Brut Gallery convida Paulo Amores | CINCO / Contemporary Art / Site Specific convida Pedro Cabral Santo | Branco convida Susana Villar | Viarco convida Ricardo Pistola | MAGNÉTICA MAGAZINE convida Ursotigre e Tâmara Alves | Allarts Gallery convida Inez Wijnhorst

Welcome Drink & Dj Lounge das 18h às 22h.
Taberna da Praça – Cidadela Cascais
Pousada de Cascais – Cidadela Historic Hotel & Art District
Video Maping by Ocubo | Festival Lumina
Entrada Livre

A Lei de Ohm

04 Abr | 08 Jun 2014

Curto Circuito – Museu da Eletricidade (Lisboa)

Curadoria: fazenda/valladares com vivóeusébio

Lei de Ohm é uma exposição que reúne o trabalho de André Cepeda, João Paulo Serafim, Margarida Correia, Renato Ferrão e Susana Gaudêncio. Estes artistas foram convidados pelas curadoras para uma residência artística no Museu da Eletricidade. A demolição de alguns edifícios históricos e a deslocação de espólios e reservas do campus do Museu da Eletricidade motivaram essa residência. Os artistas, durante o ano de 2013, visitaram os espaços, exploraram as suas potencialidades e as dos objetos e documentos neles presentes. As obras produzidas encontram-se agora expostas na Sala dos Condensadores do Museu da Eletricidade, em Lisboa, até ao próximo dia 8 de junho e foram reunidas num múltiplo com edição de 150 exemplares.
http://makingarthappen.com/2014/05/13/lei-de-ohm/

Convite-MeA_web HABITAR A COLECÇÃO 27 MAR | 18 MAI de 2014 com | with Ana Martins, Ana Pérez-Quiroga, Ana Vieira, Carla Cabanas, João Queiroz, João Paulo Serafim, Jorge Queiroz, Luciana Fina, Julião Sarmento, Sara & André comissariado por | curated by Colectivo de Curadores O Colectivo de Curadores, em colaboração com a Casa-Museu Medeiros e Almeida, tem muito gosto em convidar para a inauguração dia 27 de Março de 2014 pelas 18:30h da exposição colectiva “Habitar a Colecção”, apresentando também a nova versão da plataforma www.projectomap.net – Mapa de Artistas de Portugal. http://www.casa-museumedeirosealmeida.pt/ “Habitar a Colecção” é um projecto curatorial que cruza o presente e o passado, criando um diálogo surpreendente entre arte contemporânea e o universo pessoal de António Medeiros de Almeida, nos espaços da sua colecção, outrora sua residência por mais de 30 anos. A exposição, desenvolvida no âmbito do ProjectoMap – Mapa de Artistas de Portugal, apresenta obras dos artistas Ana Martins, Ana Pérez-Quiroga, Ana Vieira, Carla Cabanas, João Queiroz, João Paulo Serafim, Jorge Queiroz, Luciana Fina, Julião Sarmento e da dupla Sara e André. Patente até dia 18 de Maio de 2014 será complementada com uma série de visitas guiadas e encontros com os artistas. No próprio dia 27 de Março será ainda apresentada a nova versão da plataforma online projectomap.net – projecto inédito de pesquisa e divulgação da arte contemporânea, que acolhe hoje mais de 160 artistas contemporâneos activos em Portugal. O site, acessível desde 2011, proporciona uma nova secção dedicada às visitas de atelier de artista realizadas nos últimos três anos pelo Colectivo de Curadores, e mostra imagens do espaço de trabalho dos artistas e excertos da entrevista realizada durante as visitas. Esta nova secção da plataforma permite um olhar privilegiado sobre um espaço muitas vezes privado e inacessível, epicentro das práticas de criação dos artistas do ProjectoMap.

PAVILHÃO 31 | CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE LISBOA
ARTUR MOREIRA | JOÃO PAULO SERAFIM | LUIS CAMPOS | MARIA JOSÉ

DIA 27 PELAS 18.30
28 de Março – 30 de junho
10.00 as 16.00 seg a sex

FLYER_Workshop_OFFLINE24.11 / 08.12.2013

Workshop Internacional OFFLINE – Between Transits and Journeys | artistas em residência

Artistas Residentes:

André Avelãs Andrea Brandão Eugénia Mussa Francisco Vidal João Paulo Serafim Tânia da Fonte Vasco Costa

Bianca Baldi África do Sul Cristina Ribas Brasil Kimathi Donkor Inglaterra Mauro Pinto Moçambique

Sérgio Afonso Angola Monica Frycova República Checa Nayari Castillo Alemanha / Venezuela

Krishna Luchoomun Ilhas Maurícias

Artistas Convidados Fernanda Fragateiro

Curadora Residente Beatriz Lemos

XEREM – Associação Cultural

www.xerem.org

Largo Residências | Arquivo Municipal de Lisboa – Fotográfico | Carpintaria São Lázaro

FUGA SEM FIM de Victor Hugo Pontes a partir de uma ideia de João Paulo Serafim | 11 e 12 de Janeiro | 21h30 | Culturgest Fundação Cgd | com Bruno Senune, Liliana Garcia, Marco Da Silva Ferreira, Pedro Rosa e Valter Fernandes

EXPO HOSPITAL

A exposição inaugurará no dia 3 de Novembro às 15h, estando aberta de 3 de Novembro a 2 de Fevereiro, de terças a Sábados, das 12h às 18h, a entrada é gratuita.

Pela primeira vez em Portugal é abordado o tema do hospital numa grande exposição de fotografia e vídeo. Na verdade, qualquer artista encontra no hospital matéria para a sua obra: o hospital é o local onde acontece de forma mais intensa o confronto entre a vida e a morte, é o sítio do nascimento e aquele para onde a morte se deslocou, onde o corpo e os órgãos se degradam e se regeneram, onde o homem biónico se constrói, é um palco privilegiado de observação da natureza humana, onde vidas de sucesso se desmoronam, onde desembocam todas as misérias da condição humana, onde a solidão se expõe com toda a crueza, onde o sofrimento expõe facetas recônditas do comportamento, mas o hospital é tambémedifício, ruína, máquina, tecnologia, arquivo, memória, face, gesto, doença, incapacidade, sequela, embrião, corpo, cadáver, claridade, escuridão, heroísmo, fraqueza, humanidade, desumanidade, alegria, tristeza, desespero…

Esta exposição surgiu como um acontecimento paralelo ao 4º Congresso Internacional dos Hospitais, organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar, que se realizará em Lisboa, de 7 a 9 de Novembro de 2012, e o objectivo foi reunir alguns dos melhores artistas portugueses da actualidade, alguns mais conhecidos outros menos, que têm a fotografia como meio privilegiado de expressão, para concitar no mesmo espaço uma diversidade de perspectivas sobre um objecto

de abordagem artística tão estimulante como é o hospital.

O conjunto das imagens, afirmando-se na diferença, evidencia simultaneamente o esbatimento das fronteiras entre abordagens mais documentais e mergulhadas na realidadecom outras, assumidamente metafóricas, sem uma relação imediatamente perceptível com otema.